O nome, em latim, "stella matutina" designa a "Estrela da Manhã", o mesmo que "Estrela da Tarde". Para mim nomeia um refúgio, um espaço de partilha de ideias, sonhos, pensamentos e reflexões com outras almas que usam a comunicação como sinal para marcar a diferença -contra a indiferença. Um cantinho especialmente dedicado à comunidade lusófona e ibero-americana :-)

A MEU PAI / TRIBUTE TO MY FATHER

I have recently lost my father. This song (Bono: sometimes you can't make it on your own*) touches me in a very particular way. Canção-Homenagem de Bono a seu pai* Gravação ao vivo no concerto de São Paulo em 2006 (Vertigo Tour)- O Português de Bono deixa algo a desejar mas esforça-se :-) "...A house still doesn't make a home...don't live me here alone..."

Bom Dia! Buenos Dias! Bonjour! Good Morning!

orkut glitter graphics

Estrela da Tarde

Era a tarde mais longa de todas as tardes que me acontecia
Eu esperava por ti, tu não vinhas, tardavas e eu entardecia
Era tarde, tão tarde, que a boca, tardando-lhe o beijo, mordia
Quando à boca da noite surgiste na tarde tal rosa tardia

Quando nós nos olhámos tardámos no beijo que a boca pedia
E na tarde ficámos unidos ardendo na luz que morria
Em nós dois nessa tarde em que tanto tardaste o sol amanhecia
Era tarde de mais para haver outra noite, para haver outro dia

Meu amor, meu amor
Minha estrela da tarde
Que o luar te amanheça e o meu corpo te guarde
Meu amor, meu amor

Eu não tenho a certeza
Se tu és a alegria ou se és a tristeza

Meu amor, meu amor
Eu não tenho a certeza

Foi a noite mais bela de todas as noites que me adormeceram
Dos nocturnos silêncios que à noite de aromas e beijos se encheram
Foi a noite em que os nossos dois corpos cansados não adormeceram
E da estrada mais linda da noite uma festa de fogo fizeram

Foram noites e noites que numa só noite nos aconteceram
Era o dia da noite de todas as noites que nos precederam
Era a noite mais clara daqueles que à noite amando se deram
E entre os braços da noite de tanto se amarem, vivendo morreram

Eu não sei, meu amor, se o que digo é ternura, se é riso, se é pranto
É por ti que adormeço e acordo e acordado recordo no canto
Essa tarde em que tarde surgiste dum triste e profundo recanto
Essa noite em que cedo nasceste despida de mágoa e de espanto

Meu amor, nunca é tarde nem cedo para quem se quer tanto!

José Carlos Ary dos Santos

cantada por Carlos do Carmo

Um poema vivo da nossa História

Um poema vivo da nossa História
SEMPRE!

Cristina Branco canta José Afonso (Canto Moço)

...que há-de ser de nós?

...que há-de ser de nós?
Nobre Povo, Nação valente e imortal...

Momentos Marcantes

...tive um coraçao perdi-o (Cristina Branco)

segunda-feira, 30 de abril de 2007

Em memória de Guernica, 70 anos passados

Por força das circunstâncias não devo agora dissertar nem para mim mesma, por isso interrompo a sequência lógica do tema do "sagrado feminino", iniciada antes do feriado 25. Todavia, não posso deixar de lembrar que na passada quinta feira se assinalou o 70º aniversário do bombardeamento de Guernica, no Páis Basco. No dia 26 de Abril de 1937, o povoado basco de Guernica (Guernika, em euskera, língua basca), com seis mil habitantes, foi bombardeado pelos aviões da Legião Condor da aviação alemã, numa acção de apoio às forças nacionalistas do general Francisco Franco, meses após o início da Guerra Civil espanhola (1936-39).O brutal bombardeamento ao cair da tarde, num dia de mercado, provocou incêndios que destruíram 75% da cidade e provocou centenas de mortos. Foi assim que Guernica, base histórica do nacionalismo basco que queria derrubar Franco, se converteu na primeira cidade da História destruída por um ataque aéreo direccionado contra alvos civis."Dois dias depois, o jornalista inglês George Steer denunciou a "tragédia" de Guernica num célebre artigo publicado na capa do "The New York Times", mas que só saiu na página 17 do "Times" londrino. Steer descrevia os ataques rasantes dos "Junkers" e "Heinkel" alemães que descarregaram sobre Guernica milhares de bombas, a maioria incendiárias, antes de metralhar os habitantes que escapavam aos fogos."- in Jornal de Notícias. O bombardeio inspirou a obra-prima do pintor Pablo Picasso. Pesquisas históricas, em particular uma extensa investigação feita nos anos 70 pelo jornalista inglês Gordon Thomas, permitiram confirmar que o bombardeio fazia parte de uma "estratégia de terror" idealizada pelos franquistas em parceria com seus aliados nazistas. Pablo Picasso nunca duvidou da origem e magnitude dessa tragédia, que retratou na sua célebre tela de 1937, baptizada com o nome da povoação bombardeada. Uma obra mítica, esta pintura moderna em preto e branco, de 3,5 metros de largura por 7,8 metros de altura, que mistura pessoas e animais com expressões atormentadas, está exposta desde 1992 no Centro de Arte Moderna Rainha Sofia, em Madrid.

sexta-feira, 27 de abril de 2007

Os ideais, os sábios e... o tempo

Quando a cabeça não tem juízo, paga o corpinho- neste caso mãozinhas fragilizadas pelos excessos das "paixões" implicam simplificação na escrita. Assim, pegando ainda nos ideais de Abril deixo três citações, a primeira de Stendhal, escritor francés que viveu entre 1783 e 1842:
L'idéal est un baume puissant qui double la force d'un homme de génie et tue les faibles. Extracto de Rome, Naples et Florence.
O que vos parece? O que é um "forte"? e um "fraco"?
E esta: O ignorante afirma, o sábio duvida e reflecte. Aristóteles (384 AC-322 AC) Filósofo grego.
E então? Somos ignorantes ou sábios...?
LAST BUT NOT LEAST (reflexão de fim de semana :-):
Les hommes n'ont plus le temps de rien connaître. Ils achètent des choses toutes faites chez les marchands. Mais comme il n'existe point de marchands d'amis, les hommes n'ont plus d'amis. Antoine de Saint-Exupéry. Extracto de Le petit prince (O Principezinho) muito, mas mesmo muito actual. Conhecidos podem ser muitos, colegas e amigos de copos idem, mas AMIGOS do peito "dão trabalho" e exigem investimento de TEMPO. Se o não fizermos não podemos esperar "milagres"- e em milagres destes eu ainda acredito- mas não caem do céu...

sábado, 21 de abril de 2007

25 DE ABRIL SEMPRE

MOMENTOS HISTÓRICOS- RTP 25/04/1974
No Programa apresentado por Maria Elisa na RTP, António de Oliveira Salazar reuniu a maioria dos votos, sendo recentemente considerado, à luz dessa votação, "o maior português de sempre". Sem comentários.
Porque esta semana se vai assinalar o feriado do 25 de Abril, lembrei-me que fez já 20 anos que partiu José Afonso. Eu era caloirita (nessa altura nada de insónias ou dores de quaisquer espécie!) e lembro-me perfeitamente de estar às 08h30 da manhã no Departamento de Matemática da FCTUC e chegarem os colegas a dizer que o Zeca tinha falecido- tinham ouvido na rádio. Erámos putos mas tinhamos crescido com os sons da canção de intervenção. Tinhamos 6-7 anos em Abril de 1974. Não era só o Zeca, também era o José Mário Branco, o Vitorino, o Adriano Correia de Oliveira, o Fausto, o Sérgio Godinho (outro dos meus ícones musicais de resistência), o Mário Viegas, o Ary dos Santos e muitos outros que emprestaram a voz à revolução e deram literalmente o corpo ao manifesto.
Nem me atrevo a tentar descrever o que Zeca como criador/cantor/compositor significará para mim e muitos portugueses, sobretudo os mais velhos, que viveram mais de perto a revolução cravos. Na apresentação da reportagem sobre os 20 anos decorridos após a morte do Zeca, a jornalista Dina Aguiar concluiu, emocionada, que "além de um grande artista, foi um dos melhores seres humanos que conheci". Felizmente a sua arte e talento permanecem e permanecerão.
Para minha agradável surpresa encontrei algumas referências no You Tube:
ZECA - 20 ANOS DEPOIS
Mas outros homens houve, como Salgueiro Maia, que de forma discreta, corajosa e digna tiveram um papel decisivo.
PORQUE A LIBERDADE FOI UM DIREITO CONQUISTADO
25 de Abril...sempre!

e depois há os Amigos e Irmãos além mar :-)
...E FOI BONITA A FESTA PÁ! CHICO BUARQUE, EM SINTONIA COM O POVO IRMÃO: TANTO MAR- A REVOLUÇÃO DOS CRAVOS VISTA EM TODO O MUNDO
NOTA: A 1.ª versao de "Tanto Mar" foi censurada no Brasil pelo facto de a canção ser uma saudação à Revolução de Abril de 1974 em Portugal. A 2.ª versão, gravada no início de 1976 refere-se ao Novembro de 1975 em Portugal e ao fim do período mais revolucionário que por cá se vivia.
"O POVO UNIDO JAMAIS SERÁ VENCIDO!"
Quem não se lembra deste slogan?
Sabiam que foi "importado" do Chile e popularizado por VICTOR JARA? OUTRO GRANDE HOMEM E ARTISTA, VÍTIMA DA BARBÁRIE DOS ESBIRROS DE PINOCHET. Infelizmente o mundo ouve falar mais dos ditadores do que dos mártires involuntários e anónimos!
A NUESTROS HERMANOS, COMPAÑEROS DE LUCHA QUE PAGARAM COM A VIDA A DEFESA DA LIBERDADE DO POVO.
Victor Jara Political Singer Chile
Victor Jara Y Violeta Parra - Documental p 2 http://www.youtube.com/watch?v=sJ2FeoH4vps
Actuacion Victor Jara-directo desde Peru (som e imagens maus, mas vale a pena escutar a introdução do Victor)
Vientos del Pueblo de Víctor Jara
EL PUEBLO UNIDO JAMAS SERA VENCIDO
A Salvador Allende, aos mortos e desaparecidos:
Pablo Milanés: Yo pisaré las calles nuevamente
Pablo Milanés/ Víctor Manuel ao vivo: http://www.youtube.com/watch?v=u436OUA6phU
A TODOS OS QUE NO MUNDO DE HOJE CONTINUAM A ACREDITAR NA UTOPIA E A BATER-SE PELA JUSTIÇA SOCIAL E LIBERDADE DOS POVOS. PORQUE SE UM IDEAL NOBRE NOS ORIENTAR PARA UMA SOCIEDADE MAIS SOLIDÁRIA, POIS QUE VIVA A UTOPIA! COMO DIZIA AlBERT SCHWEITZER "L’idéal est pour nous ce qu’est une étoile pour le marin. Il ne peut être atteint mais il demeure un guide." AMEN!
GRACIAS A LA VIDA - Violeta Parra

Primaveras de Abril

Um parêntesis importante para as estrelas, deste mês: 1 de Abril - Glórita, olé! ;-) 6 de Abril - Elsa (salsa) e Filipe 8 de Abril - Paularó (PRama:-) - em pleno dia Páscoa heim??? 12 de Abril - Luis Carlos (mano) e Rosarinho 15 de Abril - Tia Aurora (lindo nome, cheio de poesia- mas ela não gosta) 17 de Abril - Inês Afonso ( a nossa linda "bébé" da myos;-) 18 de Abril - Fernando (I love Herbalife ;-) 22 de Abril - João Carlos (meu Panda ou João Ratão;-) 23 de Abril - Isabelita (uma cunhada 5 estrelas;-) 28 de Abril - Fátinha (está quase...) Continuem a brilhar no meu céu ;-) FELIZ ANIVERSÁRIO, SEMPRE! um xi coração e muitos mimos!!! ;-)

sexta-feira, 20 de abril de 2007

Vénus e a Divindade Feminina

O Sagrado feminino é um tema em foco no best seller de Dan Brown, "O Código da Vinci". Segundo este autor e outras leituras que fiz, muito antes da influência da Igreja Católica ser dominante na Europa e no resto do mundo, os pagãos (do latim paganus, que significa "habitantes do campo") tinham as suas antigas religiões, baseadas no culto à Natureza. O planeta Vénus era já conhecido desde os tempos pré-históricos, por ser um dos dois únicos corpos celestes (o outro a Lua) que podiam ser vistos tanto de dia como de noite. Pode ser observado poucas horas antes do amanhecer ou pouco depois do anoitecer. É por isso que ficou também conhecido por "Estrela da Manhã" ou "Estrela d'Alva" e "Estrela da Tarde".
Nos antigos cultos pagãos o planeta e Vénus, deusa do amor e da beleza femininos, eram "uma e a mesma coisa". A deusa tinha assim o seu lugar próprio no firmamento. Os seus movimentos no céu eram conhecidos pela maioria das antigas civilizações, adquirindo importância em quase todas as interpretações astrológicas do movimento planetário. Quando se aperceberam que o planeta descrevia, na sua órbita, um pentáculo perfeito, de 8 em 8 anos, os antigos terão então associado a estrela de 5 pontas e Vénus à ideia de perfeição, beleza e qualidades cíclicas do amor sexual. A civilização maia elaborou mesmo um calendário religioso baseado nos ciclos de Vénus, a quem chamavam Chak ek (a grande estrela). .
Um dos documentos mais antigos da biblioteca babilónica de Assurbanípal, possivelmente datado de 1600 a.C., é um registro de 21 anos do aspecto de Vénus. Os antigos sumérios e babilónios chamaram-lhe Ishtar (símbolo do feminino e da deusa-mãe) e os primeiros astrónomos chineses chamaram-lhe Tai-Pe, que significa "bela branca".
Os antigos Egípcios pensavam que as aparições matutinas e vespertinas de Vénus correspondiam a dois corpos celestes diferentes e chamavam Tioumoutiri à estrela da manhã e Ouaiti à estrela da tarde. Os antigos gregos pensavam o mesmo e chamaram-lhe Hesperos (em latim Hesperus) quando aparecia no céu do oeste, ao entardecer, e Phosphoros (em latim Phosphorus) quando aparecia no céu do leste, ao amanhecer.
Bom e por hoje já chega...to be continued...

quarta-feira, 18 de abril de 2007

Música inspirada nas estrelas...

Continuando o tema das estrelas na ficção, aí fica mais um link para música inspirada pela princesa dos elfos, cantada em inglês e em...élfico (sindarin)! O lamento de Undomiel: http://www.youtube.com/watch?v=tnHlnFkgqPc Incrível onde chegou a criatividade e a paixão de um criador pela linguística- refiro-me a Tolkien e a todos os que, muitos anos depois, ele conseguiu inspirar para uma arrojada produção. O último da trilogia - "O Regresso do Rei "só" rendeu 11 óscares, incluindo melhor filme, melhor argumento adaptado, melhor realizador, melhor fotografia, melhores efeitos especiais e melhor canção original: Into the West, cantada por Annie Lennox (lembram-se dos Eurithmics?) - Letra e música de Howard Shore, Annie Lennox e Fran Walsh:
*******************************************************************
pois é... estave aqui o vídeo, com a fabulosa interpretação de Annie Lennox, na cerimónia de entrega dos Óscares (2004), mas como foi removido do YouTube, compenso com dois links para o mesmo tema. Não é a mesma coisa que ouvi-la ao vivo naquele palco, com aquela orquestra, mas pelo menos fica a canção e as magníficas imagens daquele que talvez seja o filme da minha vida (até agora:-).
http://www.youtube.com/watch?v=st9BqruzTvc http://www.youtube.com/watch?v=6NFLYzBBMt8 Into the West fala simbolicamente de despedidas e separação, da partida dos que amamos e da necessidade e inevitabilidade de partirmos muitas vezes para cumprir o nosso caminho. Fala de dor e desespero, de provações e dificuldades, mas também da Esperança em Algo que desconhecemos, Superior a todos os males que nos podem atingir. Fala por fim da paz, do conforto e do refúgio seguro que sempre encontramos junto dos que nos amam :-)

terça-feira, 17 de abril de 2007

A importância das estrelas

As verdadeiras "estrelas" passam despercebidas. Elas irradiam uma "luz especial", invisível para quem está de fora, mas bem visível para quem a sente porque transformadora. Porque toca o nosso íntimo e faz toda a diferença entre estagnar ou continuar, mesmo quando é preciso remar contra a maré...são os nossos "anjos na terra". Hoje quero prestar homenagem às minhas estrelas que têm nomes e identidades concretas. Na verdade "só se vê bem com o coração, o essencial é invisível para os olhos"- já dizia Saint Exupéry. Bem hajam. Obrigada por terem cruzado o meu caminho e me ajudarem a dar o melhor de mim... não tenho forma de retribuir a não ser dizendo que também estou aqui, para o que der e vier e que podem contar com o meu tempo, a minha atenção e o meu afecto, nos momentos de tempestade, mas também nos de primavera :-).
NÃO DESISTAM NUNCA! Peter Gabriel e Kate Bush

ANJOS: Enya

segunda-feira, 16 de abril de 2007

A saga de todos os heróis anónimos

Hoje apenas quero dedicar a melodia, na voz de Enya, e as imagens do vídeo clip May it be - da Banda Sonora original de "The Lord of Rings" /A Irmandade do Anel a tod@s @s guerreir@s da minha tribo e a todos os heróis e heroínas anónimos que a cada dia se erguem para mais uma batalha da vida, lutando pela sobrevivência mas também por aquilo de BOM em que ACREDITAM. Julgo que a saga do pequeno grande (!) Frodo pode bem simbolizar a luta diária de cada um de nós e a importância que têm valores como a fidelidade, a solidariedade, a esperança, fé e perserverança. Bom dia e BOA SEMANA :-)
May it be – Enya/ The Lord Of The Rings May it be an evening star Shines down upon you May it be when darkness falls Your heart will be true You walk a lonely road Oh! How far you are from home Mornië utúlië (Darkness has come) Believe and you will find your way Mornië alantië (Darkness has fallen) A promise lives within you now May it be the shadow's call Will fly away May it be your journey on To light the day When the night is overcome You may rise to find the sun Mornië utúlië (Darkness has come) Believe and you will find your way Mornië alantië (Darkness has fallen) A promise lives within you now
A promise lives within you now
May it be - a todos os que prosseguem a caminhada...

domingo, 15 de abril de 2007

Renascer com Luz da Esperança :-)

Passados quase dois anos, não pude recuperar a "Estrela da Manhã"- pelo que escolhi o seu outro nome - afinal a "stella matutina" e a "vesper" são as duas faces da mesma, ao contrário do que pensavam os antigos Gregos :-) Também J.R.R. Tolkien se inspirou nesta Estrela d'Alva ou "Wandering Star" para as suas fantásticas obras de ficção, muito antes de "O Senhor Dos Anéis", essa fabulosa metáfora que nos fala do melhor e do pior do Homem. Vénus, deusa do amor e da beleza na mitologia romana, o segundo planeta do (nosso) sistema solar . Quanta informação, quanta história, quanto simbolismo, cruzando ciência, lenda, imaginação e saber dos antigos povos, em torno do astro mais brilhante, logo depois do Sol e da Lua. Conhecida das mais antigas civilizações (egípcia, suméria, babilónica, maia, chinesa, hindu...), brilhando no mesmo firmamento de europeus, americanos, asiáticos, aborígenes e africanos... Tal como no dia do nascimento da "Estrela da Manhã", hoje minha tia, de seu nomeAurora ( !), celebra mais uma Primavera de VIDA! Bom auspício! Um novo ciclo? Podemos começá-lo a cada instante e a cada dia. De vez em quando, na hora do descanso do guerreiro, levantem os olhos do chão e olhem o firmamento :-) atrevam-se a meditar, e sonhar um bocadinho. É isso que dá cor aos dias e nos ajuda a seguir em frente:-) Um Abraço da vossa Cris

União Europeia

União Europeia
Mapa
SE NAS DIVERSAS ÁREAS TODOS ACTUASSEM COM O EMPENHO, ESFORÇO, DEDICAÇÃO, ENTUSIASMO, COMPANHEIRISMO E ESPÍRITO DE EQUIPA QUE A SELECÇÃO NACIONAL DE FUTEBOL TEVE, EM 2004, O PAÍS ESTARIA MUITO MELHOR!

SlideShow* 25 de Abril*Grândola*Zeca*

HINO DA LIBERDADE CONQUISTADA - música e voz de José Afonso

*Tanto Mar*Homenagem de Chico Buarque*

LISBOA, 25 DE ABRIL DE 1974. O BRASIL AINDA SOB ALÇADA DA DITADURA.

Bela operação de charme...

José Sócrates e George Bush - White House

José Sócrates e George Bush - White House
Washington DC, 17th September 2007

Hummm...será que não o confundiu com Durão Barroso?

Mr Bush espero que saiba ao menos onde fica Portugal...

RIR É O MELHOR REMÉDIO! É sempre bom rever os "Fedorentos" :-)

Loading...

Não esquecer que...

Não esquecer que...
..e HÁ LUGAR PARA TO@S!

Zeca ao Vivo no Coliseu (Lisboa, 1983) cantando Coimbra

O TALENTO E HUMILDADE DE UMA PESSOA LINDA. GÉNIO DA ARTE E GRANDE LUTADOR PELA DEMOCRACIA. UM GRANDE PORTUGUÊS DE SEMPRE QUE DEIXA MUITAS SAUDADES

Amizade e Comunicação: o melhor antídoto para a solidão :-)

Gabriel o Pensador - Tás a Ver? ...a vida é feita de pequenos nadas...!

OS MEUS MÚSICOS DO MUNDO LUSÓFONO E LATINO-AMERICANO

  • Adriana Calcanhoto
  • Amália Rodrigues (sempre!)
  • Ana Moura
  • André Sardet
  • Bebo e (Diego) Cigala
  • Brigada Victor Jara
  • Caetano Veloso
  • Carlos Nuñez
  • Carlos Paredes (sempre!)
  • Carlos Santana
  • Cesária Évora
  • Chico Buarque
  • Compay Segundo
  • Cátia Guerreiro
  • Daniela Mercury
  • Dulce Pontes
  • Elba Ramalho
  • Fausto
  • Gabriel o Pensador
  • Gal Costa
  • Glória Estefan
  • Jorge Palma
  • José Afonso (sempre!)
  • Luís Represas
  • Madredeus
  • Mafalda Arnauth
  • Maria Bethânia
  • Maria João e Mário Laginha
  • Marisa
  • Marisa Monte
  • Martinho da Vila
  • Mayra Andrade
  • Nancy Vieira
  • Nelly Furtado
  • Ney Mato Grosso
  • Nuno Guerreiro e Ala dos Namorados
  • Né Ladeiras
  • Pablo Milanés
  • Paco de Lucía
  • Paulo de Carvalho
  • Pedro Jóia
  • Pixinguinha (sempre!)
  • Quadrilha
  • Rio Grande
  • Rita Lee
  • Rodrigo Leão
  • Rosário (flamenca:-)
  • Rui Veloso
  • Sara Tavares
  • Shakira
  • Simone
  • Sérgio Godinho
  • Tito Paris
  • Todas as boas vozes e guitarras do fado de Coimbra
  • Tom Jobim com Vinícius (sempre!)
  • Trovante (sempre!)
  • Vanessa da Mata
  • Vicente Amigo
  • Victor Jara (sempre!)
  • Xutos e Pontapés

Músicas que vou ouvindo

Elis Regina e Tom Jobim- Águas de Março Gravação em Los Angeles, 1974

MUSICAIS

  • Jesus Christ Superstar (só em CD, fantástico e sublime!)
  • Dancer in the dark (triste mas belo)
  • My fair lady
  • O Fantasma da Ópera- GOSTAVA DE VER NA BRODWAY :-)
  • A Ópera do Malandro - genial Chico Buarque

Alguns dos belíssimos temas do musical de Andrew Lloyd Webber

..."The Phantom of the Opera"
THINK OF ME - Emmy Rossum
http://www.youtube.com/watch?v=pXDonUxBxig

Down Once More/Track Down This Murderer Part 2
...ou redenção pela compaixão e pelo amor...
http://www.youtube.com/watch?v=qlMF1XGmLsI

Excertos de outra ópera, com cheirinho tropical :-)

Eles só mudaram de look de facto... há muitos por aí à solta, mais ou menos disfarçados!!! ;-) já cantava o Chico Buarque nos anos 70 do século passado (!)
e, agora mais recentemente, na sua "Homenagem ao malandro"





eu chamo-lhes os meus "Anjos na Terra" :-)

OS MAIORES AMIG@S têm um lugar que resiste ao tempo e à distância :-)

orkut glitter graphics
Glitter Graphics nem sempre no pensamento, mas sempre na memória dos afectos! Saudades boas :)))

OBRIGADA

OBRIGADA
...PELA VISITA! VOLTE SEMPRE :-)